Não sabia como você conseguia, também não queria saber; sei que era incrível quando estava ao seu lado. Nada mais importava, nada mais existia. Eu era eu, livre e feliz. Demorei para perceber o quão perfeito éramos juntos, você me tirava do sério. Me levava a loucura. E quando via, já tinha caído a mascara. Eu estava sendo eu. Você consegue arrancar o pior de mim. Estou me conhecendo, aprendendo a ser eu, e parece que você já leu o manual. Às vezes tenho surtos, e outras quero só esquecer de tudo nos seus braços. Eu grito e te bato, você me abraça e me acalma. Você é a calma da minha alma. Um doce proibido, cheio de sabores.


- Melissa Moreira

Deixe um comentário