Você confunde meus sentimentos, me destrói com seu olhar. Se diverte a cada piada que surti efeito sobre mim me irritando. Cara como pode? 

     Sua companhia era meu foco todos os dias, cada manhã vendo seu sorriso, cada noite sorrindo sozinha ao ler suas mensagens. O jeito que me olha e sorri como se só tivesse nós ali... Como queria passar o resto do dia grudada em seus braços, respirando seu perfume, sentindo sua mão encostar na minha. Não havia ti visto dessa maneira, nos damos tão bem, estava bem com sua amizade.
   Mas o beijo de hoje! Não esqueci, aliás no momento fico me perguntando como devo agir com você de agora em diante, será que você vai fingir que nada aconteceu ou me olhar daquele jeito que faz-ma arrepiar? Já é tarde, quase duas da madrugada, mas eu nem ligo, minha mente não quer descansar, só quero me lembrar de cada detalhe de hoje, suas mãos firmes me segurando, nossas respiração ofegante, e as borboletas em minha barriga; só você está nos meus pensamentos.
   Faço uma lista mentalmente de perguntas sobre o por que de ter me beijado, mas paro me lembrando de como era bom sua boca colada na minha, você poderia pensar errado... Melhor eu esperar o dia amanhecer e me contentar com o ursinho que me deu alguns dias atrás, e se der certo? Quero estar nos seus braços... Amanhã promete!

Deixe um comentário